Pesquisar

sábado, 28 de dezembro de 2013

Ricardo Quaresma é integrado nos trabalhos dos dragões apenas no dia 1


O extremo internacional português só vai começar a trabalhar com os novos colegas no início do próximo ano, para que a equipa esteja totalmente concentrada no jogo contra o Sporting. Ricardo Quaresma já fez os exames médicos e tem estado a manter a forma com trabalho individualizado.
O internacional português que vai integrado no FC Porto a custo zero só irá treinar-se com a camisola dos dragões no dia 1. A integração de Quaresma poderia retirar o foco do jogo com o Sporting para a Taça da Liga e Paulo Fonseca quer evitar desconcentrações.
Contudo, Ricardo Quaresma já procedeu aos normais exames médicos e já esteve com o treinador de forma a trocar algumas ideias quanto ao seu futuro próximo. Recorde-se que o extremo esteve a jogar no Dubai até maio, altura em que se lesionou, e depois foi afastado do Ah-Ahli por alegada indisciplina.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Quaresma faz capa de hoje do Jornal "a Bola"



Holofotes a incidirem no regresso de Ricardo Quaresma ao FC Porto, extremo a contar as horas para vestir de novo a camisola do dragão e o tempo a esgotar-se como ele deseja, deverá tudo acontecer amanhã à tarde, sexta-feira, será o dia um de uma nova vida. 
Esta contratação vai ao encontro dos desejos de Paulo Fonseca, que reclamava a chegada de mais um extremo para ganhar imprevisibilidade, mas também se insere no espírito vintage do dragão, que há dois anos recuperou Lucho com sucesso e aposta agora na magia de outro emblema que também deixou muitas saudades. Quaresma volta com 30 anos, mas a questão da idade não se coloca, a generalidade dos adeptos acredita que o extremo poderá ter a varinha de condão para solucionar os problemas ofensivos no dragão.

Quaresma, o sr. rabona e sr. trivela, chegou ao futebol em 1990, com sete anos, para jogar no Domingos Sávio. Um ano depois ingressou no Sporting para se treinar sob orientação do carismático César Nascimento. Foi dando nas vistas pelo intenso virtuosismo, sendo campeão nacional de infantis em 1994/95 e, quatro anos depois, de juvenis, altura em que passou a receber 10 mil escudos (50 euros) mensais. Em 2000, com 16 anos, passou diretamente para a equipa B, não tendo chegado a atuar nos juniores do Sporting. Nesse ano sagrou-se campeão da Europa de sub-17.

Em 2001, ainda com 17 anos, integrou a tempo inteiro o plantel principal do clube de Alvalade, sob orientação de Laszlo Boloni, sagrando-se campeão nacional e vencedor da Taça de Portugal e da Supertaça Cândido de Oliveira. A seguir à pobre temporada coletiva de 2002/03, Ricardo Quaresma transferiu-se para o Barcelona a troco de 6 milhões de euros. Não foi um ano feliz: apenas 21 jogos pelos catalães.

No início do verão de 2004, quando Deco saiu para o Barcelona por 15 milhões de euros, o FC Porto foi buscar Quaresma, cujo passe estava avaliado em seis milhões. A passagem pelo Dragão foi a fase mais feliz da carreira de Quaresma, com a conquista de três campeonatos nacionais, uma Taça de Portugal, uma Supertaça Cândido de Oliveira e uma Taça Intercontinental.

Em setembro de 2008, os italianos do Inter, treinados por José Mourinho, interessam-se por Quaresma e o jogador sai para Milão a troco de 18,6 milhões de euros (mais o passe de Pelé). Começou muito bem a temporada, mas ouviu também as primeiras críticas de Mourinho: «Tem grande talento, mas a alegria que vejo em Ibrahimovic, não vejo em Quaresma. Terá de aprender e jogar com mais alegria, caso contrário não jogará. Mas acho que será mais disciplinado taticamente no futuro». No final da época ser-lhe-á atribuído o prémio Bidone d’oro, para o maior flop da época.

Em fevereiro de 2009, muda-se para os ingleses do Chelsea até final da temporada. Em março, refere à imprensa londrina que estava a sentir mais confiança. Mas depressa deixa de jogar e regressa a Milão no início de 2009/10. O Inter quer vendê-lo, mas ninguém se mostra interessado em pagar o valor que os milaneses pretendem. Fica no Inter, sagra-se até campeão da Europa, mas nunca se mostra capaz de ser titular.

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Compilação - Melhores Momentos de Quaresma no Besiktas

Oiço muita gente a dizer que Quaresma só jogou bem no Porto, desconhecem a qualidade que demonstrou no Besiktas. Aqui fica a compilação mais recente que fiz de quase meia hora a provar que Quaresma fez jogadas fantásticas no clube turco.

https://meocloud.pt/link/4523165d-1331-418a-b35f-7abce5c4e5ae/Besiktas.wmv/

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Ricardo Quaresma: o Mustang estará ainda afinado?

9 de maio de 2013. Foi neste dia, já há sete meses, que Ricardo Quaresma realizou o seu último jogo oficial. Foram 90 minutos contra o Al Fujairah, numa derrota por 1-0. Depois, seguiu-se o vazio.  O internacional português sofreu uma lesão grave no joelho direito. Um problema no menisco que exigiu intervenção circurgica. Veio para Portugal e, a 11 de junho, subiu para a mesa de operações. Recuperou mas não voltou a jogar pelo Al Ahli, do Dubai, clube onde chegou em janeiro deste ano. 

Nesta altura é importante, portanto, perceber o que pode esperar Paulo Fonseca.
António Gaspar, fisioterapeuta que acompanhou Quaresma no período pós-operatório, garante que apenas precisa ganhar ritmo competitivo.

«Clinicamente ficou a 100 por cento. Está sem qualquer limitação e apto para exercer de novo a profissão dele. Aliás, ele voltou a treinar, não é? Isso significa que está recuperado. Caso contrário não voltaria»,
Foram cerca de três meses o tempo que Quaresma e António Gaspar trabalharam juntos, mas o fisioterapeuta não lhe perdeu o rasto desde aí. «Estive com o Ricardo há cerca de um mês, durante um checkup normal que tínhamos combinado. Estava bem, estava a treinar normalmente no clube dele. Peso? Estava dentro dos valores que nós consideramos normais para um atleta de alta competição. Não creio que isso seja problema», defende.


A contratação de Ricardo Quaresma pelo Al-Ahli surpreendeu pelo destino exótico, num jogador que ainda nem estava na casa dos 30 anos. Depois de dois anos de relativo sucesso na Turquia (em 2011/12 fez 34 jogos e marcou sete golos), a aposta na Liga dos Emirados Árabes Unidos foi estranha.

Terá sido vista, apenas, como uma ponte para um futuro regresso à Europa, algo que Quaresma sempre desejou. O Al Ahli nunca conseguiu ter o Ricardo Quaresma que esperava ter contratado.

Os adeptos, contudo, sempre estiveram do lado do jogador. Uma tarja com a inscrição «Quaresma 7 We Love You» passeou pelos estádios da Liga local, fosse qual fosse o momento do jogador. Algo habitual, de resto, pois no F.C. Porto e no Besiktas, por exemplo, também teve sempre uma relação muito próxima com a massa adepta.

O clube tinha, contudo, uma visão diferente. Aliás, esta separação acaba por ser a junção de duas vontades. Quaresma queria sair, o clube queria ver-se livre de um jogador de elevado salário.

Galatasaray e Trabzonspor, sabe o nosso jornal, perguntaram pelo jogador no verão, mas desistiram face ao preço pedido. Com o tempo, o Al Ahli perdeu a esperança de fazer um encaixe com a venda. O contrato que ligava as duas partes até junho de 2014 foi desfeito.

«Quaresma estava super-motivado para voltar a jogar num clube de topo»

O F.C. Porto, a confirmar-se, surge com um fator importante a pesar: recuperar a motivação do avançado.

António Gaspar, aliás, não tem dúvidas: «A motivação é fundamental. Se um jogador estiver motivado consegue sempre mais. Eu sempre o vi focado e desejoso de voltar a jogar ao mais alto nível.»

«O Ricardo é alguém que gosta muito da sua profissão. Adora o que faz. Estava super-motivado para voltar a jogar num clube de topo», insiste.

Ainda assim, admite que não poderia voltar a jogar amanhã, por exemplo. «Do ponto de vista clínico, sim, sem dúvida, mas depende sempre da questão física», avisa.

«Como qualquer atleta que está há tanto tempo sem competir irá precisar de um programa específico no início, mas se ele estiver predisposto a trabalhar, como acredito que esteja, será algo simples. Não tendo limitações físicas, isso não chega a ser um problema», remata.

 

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Resultados Última Sondagem

O regresso de Quaresma a Portugal foi a opção mais votada, concretiza-se assim o desejo da maior parte dos votantes(50%). Vamos lá ver se Quaresma terá sucesso neste seu regresso.

Pensava não voltar a postar neste Blog...mas não me contive.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Quaresma Regressa ao Porto

 
O internacional português é reforço do campeão nacional a partir de Janeiro, estando tudo acertado para um contrato válido por dois anos e meio. Quaresma jogou no Porto entre 2004 e 2008, tendo na altura ganho a alcunha de Harry Potter. Para que o regresso se torne oficial falta apenas que o jogador acerte a desvinculação definitiva do Al Ahly dos Emirados Árabes Unidos, o que pode acontecer nos próximos dias, embora o clube árabe ainda não tenha chegado às pretensões do atleta quanto aos números da rescisão de contrato. . Quaresma deve começar ainda este mês a treinar às ordens de Paulo Fonseca.